fbpx

carrossel

O carrossel do Museu do Pão, mandado construir propositadamente para este espaço com a temática do Pão, foi fabricado pelo mesmo construtor do carrossel da Torre Eiffel em Paris e é justamente uma homenagem às memórias de infância de cada um de nós.

a história do carrossel

Com um nome que deriva das palavras italiana «Garosello» e espanhola «Carosella», que significam «pequena batalha», o nome «Carrossel» teve a sua origem em máquinas antigas que serviam como exercícios de preparação para combates, praticados por cavaleiros turcos e árabes no século XII, e posteriormente copiadas pelos cruzados durante a Idade Média.

o carrossel através dos tempos

No século XVIII, os carrosséis tornaram-se populares nos parques públicos da Europa como forma de entretenimento. Constituídos tradicionalmente por cavalos de madeira que se moviam para cima e para baixo simulando o galope, os carrosséis eram movidos por tração animal ou humana, sem plataformas, e onde os cavalos eram fixos por correntes.
Em meados do século XIX foram colocadas plataformas nos carrosséis, movidos por máquinas a vapor, e mais tarde foram instalados motores elétricos e adicionadas luzes e música, conferindo ao carrossel um encanto especial que perdura até hoje.

o carrossel do museu do pão

O carrossel do Museu do Pão, mandado construir propositadamente para este espaço com a temática do Pão, foi fabricado pelo mesmo construtor do carrossel da Torre Eiffel em Paris e é justamente uma homenagem às memórias de infância de cada um de nós: as do Pão quentinho a sair do forno de lenha e as da magia que os carrosséis nunca perderam. É por isso que aqui é convidado a fazer uma viagem no tempo, acessível a todos de forma gratuita e independentemente da idade. Porque no Museu do Pão é sempre tempo de sonhar.